​Imprensa nacional dá destaque à sanção do projeto do parto sem dor

O cumprimento da principal promessa de campanha da vereadora Patrícia Bezerra, o chamado “parto sem dor” na rede pública de saúde, mobilizou a imprensa nacional na divulgação da sanção de seu primeiro projeto que se tornou lei, em menos de um ano como parlamentar. Agora, gestantes que dão à luz no Sistema Único de Saúde (SUS), de forma natural, têm direito a métodos de alívio da dor e a anestesia. Somente hospitais particulares ofereciam anestesia - nos públicos, o recurso só era empregado nos casos de cesariana, que representam menos da metade do total de partos no SUS.

Confira repercussão nos principais veículos de imprensa do país:

Folha de S.Paulo: Vereadores aprovam projeto que prevê anestesia em Parto Natural

Folha on-line: Haddad sanciona lei que institui parto humanizado na rede pública

G1 | Portal de notícias da Globo: Câmara aprova lei que institui parto humanizado na rede pública de SP

Portal Uol : Câmara-SP aprova direito da gestante à anestesia no parto normal

Portal MSN : Aprovada em São Paulo uma lei que promete acabar  com abusos na maternidade

Maternar – Blog da Folha de S.Paulo: Anestesia no parto

Jovem Pan: Câmara Municipal de São Paulo aprova projeto de lei do "Parto Humanizado" na rede pública
 
Revista Pais e Filhos: Parto humanizado é instituído na rede pública de São Paulo

Revista Exame: Câmara-SP aprova direito à anestesia no parto normal

Estadão | Blog do Zanchetta: Parto sem dor
 
Band News: Câmara aprova parto humanizado na capital paulista

Revista Crescer | GloboParto humanizado é instituído na rede pública